Síndrome do Ovário Policístico: O que é?

A Síndrome do Ovário Policístico não causa apenas cistos no ovário

Você sabe o que é a Síndrome do Ovário Policístico?

Apesar de muitas pessoas acharem que a Síndrome do Ovário Policístico, também conhecida como SOP, são apenas cistos nos ovários, essa não é a única característica detectada nas pacientes. Os principais fatores determinantes para o diagnóstico são o aumento do hormônio masculino (testosterona), menstruação irregular por ovular com menos frequência e crescimento de pelo em diversas partes do corpo.

Os primeiros sintomas costumam aparecer logo após a primeira menstruação, sendo a alteração hormonal mais comum em mulheres de idade fértil. Embora não tenha uma explicação definida do porque essa doença acontece, há hipóteses de que o motivo seja genético, além de estar ligado ao excesso de produção de insulina pelo organismo, provocando um desequilíbrio hormonal. A mulher que possui essa doença pode ter dificuldade para engravidar, podendo se tornar infértil.

Quais são os principais sintomas desse distúrbio?

O sintoma mais marcante para quem está sofrendo dessa síndrome é a ausência de menstruação, porém existem outros que podem estar aliados, sendo eles:

  • Aumento de pelos nos seios, abdômen e rosto
  • Acne
  • Aumento de peso
  • Queda de cabelo
  • Manchas na pele
  • Pele oleosa
  • Dificuldades para engravidar

Segundo a Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo, a síndrome ainda pode favorecer o desenvolvimento de diabetes tipo 2, obesidade e doenças cardiovasculares.

O que fazer para prevenir a manifestação?

Não existe uma medida que possa ser tomada para prevenir com 100% de certeza, porém algumas atitudes podem reduzir as chances dessa doença acontecer. Levar uma vida saudável com uma dieta equilibrada e exercícios físicos podem ser uma boa alternativa pelo fato do excesso de peso estar associado a doença.

Qual médico procurar em caso de sintomas e qual o tratamento mais indicado?

O médico mais recomendado para realizar uma avaliação completa, dar o diagnóstico e indicar o melhor tratamento é o ginecologista. O procedimento mais indicado vai depender dos sintomas e do resultado dos exames de cada paciente.

 

Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

AGENDE ONLINE!

Os comentários estão desativados.

 
AGENDE ONLINE Mande um WhatsApp
Mande um Whatsapp