São Paulo: 11 2222.1090 |

Ribeirão Preto: 16 4042.1911 |

Piracicaba/SP: 19 3927-5600

Rinite alérgica: Qual o motivo do seu aparecimento?

Um dos principais sintomas da rinite alérgica é o espirro e o corrimento nasal

Com a chegada do outono, consequentemente climas mais secos e uma maior concentração de poluentes, começam a aumentar os casos de rinite alérgica. Embora algumas vezes possa ser confundida com sintomas de gripes e resfriados que são causados por vírus, essa doença é uma inflamação do revestimento interno do nariz que tem como principal causa algumas substâncias que estão presentes no meio ambiente, como o mofo, a poeira e o pólen.

O ar que respiramos está sempre carregado de substâncias. O nosso nariz tem como função principal filtrar as impurezas presentes, aquecer e umidificar o ar que chega nos pulmões. A rinite acontece quando o sistema imunológico reage de forma exagerada a essas substâncias inalada, chamadas de alérgenos, como forma de defesa.

Embora os sintomas dessa doença comecem na infância ou na adolescência, pode ocorrer casos em qualquer idade. Homens e mulheres podem manifestar os sintomas igualmente e os casos geralmente estão relacionados com fatores genéticos e hereditários.

Quais são os principais sintomas dessa alergia?

Em uma crise de rinite alérgica a pessoa pode ter diversos sintomas que se iniciam após entrar em contato com o alérgeno. Segundo o Ministério da Saúde, os principais deles são:

  • Corrimento nasal
  • Obstrução
  • Espirro
  • Lacrimejamento
  • Prurido ocular e nasal
  • Hiperemia conjuntival

Como evitar o desencadeamento de crises de rinite alérgica?

  1. Manter a casa arejada e ensolarada
  2. Evitar o uso de cortinas, carpetes e tapetes
  3. Retirar o pó da casa com pano úmido
  4. Não utilizar cobertores de lã
  5. Evitar objetos que armazenem pó
  6. Lavar as roupas de cama semanalmente

Qual médico procurar em caso de suspeita?

Na manifestação dos sintomas de rinite alérgica é indicado procurar um clínico geral, um alergologista ou um otorrinolaringologista, no caso da crianças o pediatra também pode ser uma boa opção. O profissional observará os sintomas descritos e poderá solicitar exames para complementar o diagnóstico. Apenas um profissional pode indicar qual o tratamento necessário.

Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

AGENDE ONLINE!

Os comentários estão desativados.

 
AGENDE ONLINE Mande um WhatsApp
Mande um Whatsapp