Quando procurar um psiquiatra? Saiba o melhor momento.

Saiba quando procurar um psiquiatra

Quando procurar um psiquiatra? Nos tempos atuais enfrentamos um mundo propício para sintomas de ansiedade e estresse. Seja o mundo corporativo cada vez mais exigente, situações de violência, competitividade no dia a dia e distanciamento de atividades de lazer.

Diante destes agravantes e de fatores genéticos, muitas pessoas podem desenvolver sintomas diversas vezes, confundidos com alguns dos transtornos mentais. Em alguns casos, se não tratados precocemente estes sintomas podem se agravar e tornarem-se doenças que necessitam de tratamento.

A Associação Brasileira de Psiquiatria já levantou dados suficientes para revelar que cerca de 30% dos brasileiros podem desenvolver transtornos mentais. Mesmo pessoas que não chegarão a ser diagnosticadas, podem sofrer e terem suas vidas muito prejudicadas por manterem sintomas prejudiciais ao longo do tempo.

Mas como reconhecer sintomas que precisam ser verificados pelo médico especialista em psiquiatria? Neste artigo vamos conhecer sintomas e situações que indicam ser importante realizar uma consulta médica com psiquiatra para a avaliação mais precisa.

Lista dos principais sintomas que podem podem ser sinais de quando procurar um psiquiatra:

  • Falta de apetite ou compulsão alimentar;
  • Apatia constante;
  • Tristeza profunda;
  • Irritação excessiva;
  • Tremores, suor e vertigens pertinentes;
  • Inquietação e dificuldade de concentração;
  • Insônia frequente.
  • Dificuldade de realizar tarefas do dia a dia.

Transtornos mentais mais frequentes e que merecem atenção

As dependências químicas, alcoolismo, depressão, transtornos de ansiedade, compulsão alimentar, bipolaridade e transtornos de humor são os transtornos mentais mais frequentes. Vamos abordar dos sintomas principais dos transtornos e curiosidades sobre cada um deles:

Alcoolismo

Muito comum de ocorrer, o alcoolismo é a doença crônica caracterizada pela dependência no consumo de álcool. A pessoa muitas vezes demora para perceber que perdeu o controle na ingestão de álcool de maneira sociável e não consegue desassociar sua vida deste consumo. Isso pode trazer muitos prejuízos em sua integridade física e emocional, já que afeta na maioria dos casos, o convívio em sociedade devido aos problemas causados pela bebida. Nas opções de tratamento, pode ser realizado o atendimento em clínicas especializadas ou até internação para desintoxicação. Já existem medicamentos auxiliadores para reduzir a vontade de beber.

Depressão

A depressão é um distúrbio mental que tem como principal sintoma a perda de interesse na vida e profundo sentimento de tristeza. Os sintomas podem variar de pessoa para pessoa, os mais frequentes envolvem a pessoa perder o interesse nas atividades que antes eram prazerosas, perder a vontade de realizar sua higiene pessoal, insônia, perda ou ganho de apetite, apatia e irritação.

“A depressão é mais comum do que se imagina! Cerca de 2 milhões de casos são diagnosticados no Brasil por ano. “

O tratamento para a depressão, quando realizado no inicio dos sintomas, é finalizado em alguns meses. Este é um dos motivos de alerta para que a consulta médica com psiquiatra seja realizada o quanto antes. Após a alta médica é necessário estar atento, já que pessoas antes acometidas, possuem maior tendência a sofrerem de depressão novamente. Ela é uma doença como qualquer outra e precisa de atendimento especializado.

Transtornos de ansiedade

A ansiedade tem em seus principais sintomas uma preocupação excessiva, respiração cardíaca alterada, sensação de cansaço, sudorese, medo persistente, entre muitas outras. Ela pode ser sentida de maneira normal no dia a dia, diante de desafios e situações adversas, precisando de atenção médica, quando se torna prejudicial de alguma maneira, impactando a vida social da pessoa. Os sintomas podem variar e serem sentidos com maior ou menor intensidade, tornando mais leve ou sério o caso. O transtorno de ansiedade generalizada – TAG, já é a manifestação mais intensa da doença.

Bipolaridade

A bipolaridade está entre os transtornos de humor. A principal característica da é a mudança repentina de humor, passando por verdadeiros extremos. Este humor pode variar de uma depressão para episódios de obsessão. Ela é mais comum do que muitos imaginame, por se tratar de uma doença crônica, pode permanecer durante muitos anos e em alguns casos pela vida inteira. O tratamento da bipolaridade, geralmente, é feito por uma combinação entre psicoterapia e medicamentos.

Compulsão alimentar

A compulsão alimentar é caracterizada quando a pessoa come descontroladamente e sem seletividade. Mesmo estando satisfeita, a pessoa permanece comendo. Esse descontrole gera sofrimento e dor. O sentimento de não estar no controle de sua alimentação, causa muita frustração, além de inúmeros prejuízos sociais. Muitos casos, a pessoa reconhece que sua vontade de comer está exagerada, porém não consegue parar. O tratamento pode envolver além do psiquiatra, outros profissionais, como o nutricionista especializado em comportamento.

Como o psiquiatra identifica os transtornos mentais

O psiquiatra identifica os transtornos mentais com bases sólidas realizadas após muitas pesquisas e compiladas dentro de um guia. Esse livro é o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais – DSM. Esse manual é sempre revisado e mantido atualizado através de um seleto grupo de psiquiatras, que se reúnem a cada edição publicada. Eles tomam decisões como inserir ou retirar alguma doença já catalogada ou alterar algum sintoma referente a doenças. São detalhes que podem interferir no tratamento e destino da vida de muitas pessoas.

Na dúvida ao sentir sintomas, é recomendado realizar uma consulta avaliativa. Assim como qualquer doença, ser diagnosticado corretamente precocemente é crucial para um mais rápido e bem-sucedido tratamento. O psiquiatra também estará apto para direcionar quais profissionais da saúde precisam ser envolvidos em cada caso, dentro de um tratamento multidisciplinar. Geralmente, são associados os tratamentos da psicoterapia e da psiquiatria, porém não se trata de uma regra.

Se você já teve algum sintoma e quiser saber mais informações a respeito, ficaremos muito felizes em tirar todas as dúvidas. Entre em contato de maneira rápida e fácil com nossos atendentes.

Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

AGENDE ONLINE!

Os comentários estão desativados.

 
AGENDE ONLINE NOSSAS UNIDADES