Psiquiatra infantil: saiba tudo sobre esse médico especialista.

Quais os cuidados ao procurar um psiquiatra infantil?

O psiquiatra é o médico com especialidade nas questões que envolvem os mais variados tipos de sofrimentos mentais. Independente da origem, seja biológica ou oriunda de outras doenças, os transtornos mentais podem ser altamente incapacitantes. O sofrimento se estende a todos que convivem com a pessoa que está acometida por alguma destas doenças, ainda mais quando se trata de uma criança ou adolescente.

Dentre as áreas reconhecidas pelo Conselho Brasileiro de Psiquiatria, uma das mais conhecidas é a psiquiatria infantil. Ela é responsável por diagnosticar e tratar de maneira especifica os sofrimentos mentais manifestados nesta fase que exige tantas particularidades, além de um olhar do profissional totalmente desenvolvido. Diante de tantas características existentes na criança, que ainda passa por grandes desenvolvimentos tanto físicos, quanto mental, é importante ser atendido em uma consulta com profissional que tenha as competências para tal.

Os cuidados necessários envolvem checar se o médico está registrado no Conselho Regional de Medicina e se possui a especialização em psiquiatria. A especialização em psiquiatria se trata de uma extensão que o profissional faz após formado em medicina.

Qual a diferença entre psicólogo e psiquiatra infantil?

Muitos pais ou responsáveis ao notar alguma alteração comportamental nas crianças, ficam em dúvida sobre qual profissional procurar. Alguns acreditam que seja necessário buscar apenas o profissional psicólogo e não entendem as particularidades e diferenças entre um psicólogo e um psiquiatra.

O psicólogo é o profissional que faz a graduação em psicologia. É um curso que estuda a mente humana e o comportamento do ser humano. Ele está apto a identificar alterações provindas de traumas, medos, conflitos e podem ajudar em momentos que a pessoa está em sofrimento por não conseguir lidar com determinados pensamentos conflitantes. Além disso, ele está apto a aplicar testes e exames para contribuir em escolhas de carreira profissional. No caso infantil, ele consegue de maneira lúdica, auxiliar a criança de maneira particular ou em sessão conjunta aos familiares mais próximos. O psicólogo pode ser procurado mesmo quando a criança não possui transtornos mentais, ele pode ajudar no desenvolvimento geral do ser humano, o tornando mais confiante e capacitado para enfrentar as adversidades da vida.

Já o psiquiatra se trata do profissional formado em medicina e que cursa uma especialização em psiquiatria. Como ele também é um médico, apenas este profissional está autorizado e receitar remédios, como os antidepressivos, por exemplo.
Na maioria dos tratamentos de transtornos psicológicos, é feito através de associação de consultas entre os dois profissionais da saúde. O psicólogo com as sessões de psicoterapia e o psiquiatra verificando a ação dos fármacos para que o tratamento seja o mais assertivo possível.

Quando procurar um psiquiatra infantil?

Diante de alguns sintomas os responsáveis acabam sentindo a necessidade de buscar ajuda profissional e muitas vezes por preconceito, preferem fingir não notar a real necessidade da criança. Já sabemos que as doenças da mente merecem e devem ser tratadas como todas as outras. Os sofrimentos da mente não partem de uma escolha pessoal, a pessoa acometida não tem culpa disso, principalmente se tratando de uma criança. Sempre que tiver dúvidas, leve a criança para uma consulta e tenha um diagnóstico formal.

Conheça as principais abordagens utilizadas pelo psiquiatra infantil

O psiquiatra infantil precisa ser muito minucioso em sua avaliação, já que toda criança ou adolescente passa por fases que acabam alterando de maneira normal o comportamento. Precisa ser traçado um limite até onde estas alterações de humor, por exemplo, são normais e irão ser automaticamente reguladas, e até onde necessitará de intervenção médica, para que não se agrave a ponto de atingir a fase adulta. Além disso, as crianças e adolescentes são facilmente influenciados tanto pelo ambiente em que vivem, quanto por amigos e pessoas que convivem.

A criança nem sempre sabe como se expressar de maneira verbal, como os adultos.

Para isso é necessário utilizar técnicas que explorem outras formas de expressão e que utilizem diversos sentidos do corpo humano. Muitos casos o profissional usa imagens ou pede para a criança realizar desenhos que de maneira intrínseca podem abrir caminhos iniciais para o trabalho do psiquiatra. Muito comum também é a utilização de jogos e brincadeiras desenvolvidos pelos próprios psiquiatras para chegarem em determinadas respostas cruciais para seu diagnóstico ou andamento de tratamento recuperativo.

Quais especialidades o psiquiatra infantil precisa ter?

Para que o médico tenha a segurança para trabalhar com este público é importante investir seu conhecimento em algumas áreas. As principais recomendadas seriam:
Possuir residência em psiquiatria infantil: A residência é uma especialização que ocorre dentro de um hospital escola, onde o atendimento do aluno é supervisionado e direcionado pela equipe médica mais experiente e docentes.
Matéria ser estudada durante seu curso: No caso da matéria específica denominada como psiquiatria em locais em que a residência médica não seja possível de acontecer, ela deve fazer parte da grade curricular da faculdade.
Além de toda experiência que apenas os atendimentos ao longo do tempo irão proporcionar.

Bebês podem apresentar necessidade de diagnóstico psiquiátrico?

É importante não menosprezar as doenças de sofrimento mental em crianças e até em bebês. Existem dados da área hospitalar do SUS que compilam 2.120 bebês com menos de 1 ano, com diagnóstico fechado de esquizofrenia (janeiro de 1992 até dezembro de 1997).

Muita gente nem sabe que os bebês também podem ser diagnosticados e menosprezam graves sintomas. Eles também precisam ser assistidos e se preciso terem o tratamento médico condizente com suas necessidades. Muitas situações quando detectadas no inicio podem ser poupadas de se agravarem e tornarem o tratamento mais longo e dificultoso.

Para saber quais são todas as especialidades e exames que a clínica disponibiliza, acesse o nosso site ou entre em contato com a nossa equipe. Será um prazer esclarecer as suas dúvidas!
Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

AGENDE ONLINE!

Os comentários estão desativados.

 
AGENDE ONLINE NOSSAS UNIDADES