Por que o número de infartos aumentam no inverno?

Avatar

Um corpo frio pode causar grandes problemas. Muitos brasileiros não se preocupam com a temperatura do ambiente. Se agasalhar não é a única opção para se proteger do frio – é preciso mais atenção que o habitual.

Quando a temperatura do ambiente “estaciona” em seus 14°C ou menos, ativam os receptores nervosos da pele, resultando em uma liberação de substâncias catecolaminas, contraindo os vasos sanguíneos. Com isso, a pressão sanguínea aumenta, podendo levar a ruptura de placas de gordura no interior das artérias, causando possivelmente um infarto.

O corpo tem uma luta constante para manter a temperatura interna ideal de 36,1°C. Com a baixa temperatura, respectivamente, ocorre aumento da pressão sanguínea sobre a parede dos vasos que estão com os calibres reduzidos. Além de sobrecarregar o coração, isto facilita o desprendimento de placas de gordura localizadas no interior das artérias, que podem bloquear o fluxo do sangue para o coração e para o cérebro.

Ataques cardíacos são tão súbitos e intensos que os sintomas são muitas vezes facilmente reconhecidos pelo desmaio, dor intensa e o aperto no coração. Outros infartos são fulminantes, não deixando muitas vezes chances de sobrevivência. Porém, alguns se instalam lentamente, com dor leve ou apenas algum desconforto que podem ir piorando gradativamente. Por este motivo, é preciso muito cuidado.

Durante o inverno, os índices dessa doença aumentam em 30%, principalmente quando a temperatura está abaixo dos 14 graus. Segundo o Instituto Nacional de Cardiologia, estudos realizados em diferentes países mostram que, em comparação com as outras estações do ano, durante o inverno, o número de infartos cresce e os de AVC, 20%.

Infarto_2_img02

A estimativa é que a cada dez graus de queda na temperatura haja um aumento de 7% no índice de infartos, especialmente quando os termômetros atingem marcas inferiores a 14ºC.

Com as baixas temperaturas, a atenção deve ser redobrada para idosos, pessoas com índices de infartos, hipertensos e pessoas com alto nível de colesterol. Sangue mais denso e viscoso coagula mais facilmente, o que colabora também para o aumento da pressão sanguínea.

 

Cuidados para prevenir o infarto

Um dos cuidados que podem ser tomados – além de se proteger do frio com agasalhos – é exercitar-se cautelosamente sem exageros e sempre bem agasalhado. Algumas vestimentas mais coladas na pele colaboram com o corpo a manter a temperatura ideal, evitando riscos.

Quando a temperatura está baixa, não ingerimos a mesma quantidade de líquido quando comparada em dias de sol. O corpo, mesmo não percebendo, desidrata-se. Com isso, a saúde do corpo é prejudicada. Quanto menos água é ingerida, maior é o índice de uma enfermidade.

O exercício físico exige maior aporte de oxigênio nos músculos esqueléticos, o que pode representar maior esforço para o coração. Uma dica para ter uma boa sessão de exercícios em tempo frio, é o aquecimento.

O aquecimento antes do exercício deve ser mais lento e prolongado e a escolha da roupa certa serve para conservar o calor que o próprio corpo produz. Contudo, sempre é necessário se hidratar durante e depois de cada exercício realizado.

Outro ponto importante é a alimentação saudável. Em tempos frios, é de costume sentir mais fome por doces, frituras e alimentos gordurosos.

Quando comemos, produzimos calor para a transformação e a digestão dos alimentos, o que nos dá uma sensação de conforto térmico. Por mais que nos agasalhemos bem, sentimos necessidade de gerar calor de dentro para fora. E acabamos buscando isso nos alimentos. Muitas vezes nem estamos com fome, mas procuramos ingerir bebidas e alimentos quentes para nos sentirmos aquecidos.

infarto_alimentacao_img01

 

Como evitar o desequilíbrio alimentar

Para evitar o desequilíbrio alimentar, pode ser preparado caldos com verduras, assar frutas com pouca água – sem jogá-la fora na hora de consumir, evitando eliminação de nutrientes – ou se preferir, fazer saladas com legumes quentes. Com isso, saciaríamos o nosso corpo, deixando-o aquecido de uma forma saudável.

É recomendado se hidratar, evitar esforços demasiadamente em exercícios físicos com temperaturas abaixo de 14°C – caso se exercite, utilize roupas mais fixas ao corpo – e uma boa alimentação durante o tempo frio.

Vale ressaltar que, em casos de sintomas de infartos ou AVC durante o período do frio ou do calor, é necessária a busca de um especialista. Você é responsável pela sua saúde, portanto, preze-a. Fique atento a qualquer tipo de sintoma.

Uma atitude saudável é contagiosa, mas não espere para contagiar-se através dos outros. Cuide de seu corpo, pois é nele que você vive.

CTA BLOG

A Global Med Clínica é uma clínica médica completa, comprometida em oferecer um excelente e adequado atendimento aos pacientes de baixa renda. Ao contrário do que muitos pensam tratar de assuntos como o frio, é relevantemente sério e além do agasalho. Cuide-se!

Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

AGENDE ONLINE!
AGENDE ONLINE NOSSAS UNIDADES