Menstruação prolongada: conheça as principais causas

O fluxo menstrual está presente na vida de toda mulher, desde a puberdade até a menopausa. Ela sinaliza o início da ovulação feminina que, em resumo, significa que o corpo já está preparado para uma gestação. Quando o ciclo apresenta-se regular e com duração de 3 a 7 dias no mês, é um forte indicativo de que a saúde da mulher está em dia. Agora, o que pouca gente costuma prestar atenção, é na chamada menstruação prolongada. Já ouviu falar sobre isso?

Em um primeiro momento, você pode até acreditar que esse fenômeno é comum e não deve ser motivo de preocupação. Mas não se engane: por trás da irregularidade do fluxo, há grandes chances de existir uma doença grave e que precisará de um intenso acompanhamento com um médico especializado no assunto: o ginecologista.

Pensando nisso, e para deixá-la antenada, criei um post com tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Na leitura de hoje, explico as causas da menstruação prolongada e as principais formas de tratamento. Acompanhe e saiba mais!

Tudo sobre a menstruação irregular

Antes de descobrir o que é a menstruação prolongada, que tal entender, de fato, o que é um fluxo menstrual considerado saudável? Como falei, o ciclo menstrual tem início ainda na puberdade, que costuma ocorrer dos 10 até os 17 anos. Ainda assim, existem mulheres que menstruam antes ou após essa faixa etária.

A menarca — nome que se dá à primeira menstruação — é o indicativo que o corpo feminino começou a ovular e está pronto para uma gravidez. Contudo, caso não ocorra a fertilização, o endométrio (a mucosa que reveste o útero e foi formada para receber o embrião) se solta e provoca um sangramento: o famoso fluxo menstrual.

As menstruações regulares apresentam duração de 3 a 7 dias e devem ocorrer uma vez por mês. Mas também é importante ter em mente que nem sempre esse é o cenário entre a maioria das mulheres. Boa parte do público feminino apresenta menstruação irregular, o que dificulta o acompanhamento do período fértil e que, inclusive, pode ser uma consequência de sérias complicações de saúde.

A seguir, falo com mais detalhes sobre isso. Confira.

A menstruação prolongada

Normalmente, as mulheres estão acostumadas com o atraso da menstruação ou, até mesmo, a ausência do fluxo no mês. Fato este, responsável por deixar muitas pessoas desesperadas, uma vez que tal acontecimento, pode ser o anúncio de uma gestação inesperada ou uma complicação ginecológica.

Por outro lado, há situações em que o fluxo menstrual, simplesmente, se torna prolongado, ou seja, dura muito mais tempo do que o normal.

Para ser considerada prolongada, a menstruação precisa se estender por mais de 8 dias, esteja ela apresentando fluxo intenso, moderado ou leve. Nesses casos, é importante prestar atenção tanto na quantidade de sangue que vem sendo expelido, quanto na sua tonalidade. Juntos, esses detalhes ajudarão o médico a compreender melhor o que está acontecendo com o seu organismo.

Outro ponto que vale a pena ser considerado, é o número de vezes que a mulher troca de absorvente por dia. Caso passe de 6 trocas, isso pode significar que o fluxo está muito alto. O mesmo vale para a cor do sangue que, se estiver escura ou clara demais, o ideal é acionar imediatamente o ginecologista.

Consequências

Além do grande incômodo causado pela menstruação prolongada, essa complicação pode causar outros problemas. Esse é o caso da anemia, que surge em mulheres que apresentam um fluxo menstrual intenso e de longa duração.

Se a menstruação se estender por muito tempo, a paciente pode começar a apresentar tontura, fraqueza, indisposição, mal estar e deficiência de ferro no organismo necessitando, assim, uma intensa reposição do nutriente. Esse tratamento deve ser realizado por meio da alimentação e também pela ingestão de suplementos específicos.

As causas da complicação

Pouca gente sabe, mas há inúmeras causas por trás de uma simples menstruação prolongada. Essas razões podem variar muito, desde um problema hormonal até algo mais sério, como o câncer. Entre os fatores que mais contribuem para esse cenário, podemos destacar:

  • estresse e ansiedade;
  • alterações hormonais e distúrbios na tireoide;
  • alterações na ovulação;
  • mioma uterino;
  • erros de cálculo;
  • gravidez;
  • interrupção da pílula anticoncepcional;
  • pólipos no útero;
  • câncer;
  • doenças hemorrágicas;
  • uso de DIU, em especial, o de cobre.

Atenção: há situações em que a menstruação fica irregular ou leva mais tempo para acabar por razões simples. O mais comum é que isso aconteça após o uso de medicamentos (como a pílula do dia seguinte), entre mulheres que estão entrando na menopausa ou, também, entre adolescentes que ainda não estão com o ciclo menstrual regularizado.

Por conta disso, é de extrema importância investir no acompanhamento médico para identificar a real causa do problema.

Diagnóstico

Para identificar o que está causando a menstruação prolongada, o médico precisará avaliar a região genital por meio do exame do toque. Já para um resultado mais apurado, muitos especialistas têm o costume de solicitar a realização de alguns exames de análise, sendo a colposcopia e o papanicolau os principais deles.

Os tratamentos para menstruação prolongada

Após identificada a causa da menstruação prolongada, o ginecologista pode recomendar diferentes tratamentos. Tudo dependerá da gravidade do problema e das alternativas disponíveis. As opções mais indicadas da atualidade são:

  • o uso de pílula anticoncepcional para equilibrar os índices de hormônios presentes no organismo;
  • a ingestão de medicamentos anti-inflamatórios, que ajudam a diminuir o sangramento;
  • dilatação e curetagem do útero, nos casos mais graves. Aqui, também é possível remover o endométrio ou o colo do útero, dependendo da situação da paciente.

Lembre-se: ao identificar a menstruação prolongada, evite a automedicação ou o uso de remédios caseiros que prometem contornar o problema. A melhor saída é recorrer a um especialista, que tem estudo e experiência suficientes para indicar a melhor solução.

E então, gostou de saber mais a respeito da menstruação prolongada, bem como as suas formas de tratamento? Espero que sim!

Se você deseja continuar se informando sobre a saúde feminina e os cuidados que o seu corpo merece, aproveite o momento e confira, agora, os 6 motivos para procurar uma clínica ginecológica!

Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

AGENDE ONLINE!

Os comentários estão desativados.

 
AGENDE ONLINE NOSSAS UNIDADES