Médico psiquiatra: entenda quando consultar este profissional

O médico psiquiatra é um especialista em saúde mental que tem por objetivo diagnosticar, tratar, prevenir e reabilitar diversos tipos de distúrbios mentais, como a depressão, o transtorno bipolar e a esquizofrenia, entre outras alterações mentais.

Esse especialista é capacitado para realizar o diagnóstico, prescrever medicamentos psiquiátricos para auxiliar nos tratamentos e fazer a reabilitação de pacientes. Para tanto, o profissional precisa cursar 6 anos de medicina e mais 3 anos de especialização em psiquiatria.

Neste artigo vou apresentar uma visão geral sobre o médico psiquiatra, explicando como esse profissional atua, quando é recomendado consultá-lo e o que deve ser observado para escolher esse tipo de atendimento. Continue lendo para saber mais!

As doenças que o médico psiquiatra trata

As doenças que se relacionam à psiquiatria podem provocar diversas alterações e transtornos mentais que, em alguns casos são irreversíveis. Entretanto, é possível prevenir e tratar muitas alterações quando são diagnosticadas logo no início.

Dessa forma, a consulta regular com um médico psiquiatra é fundamental para uma boa saúde mental. Veja, a seguir, as doenças psiquiátricas mais comuns:

  • dependência de drogas: alcoolismo e uso de drogas ilícitas como cocaína, entre outras substâncias tóxicas e altamente viciantes;
  • depressão: sentimento de profunda tristeza, acompanhado de desânimo, baixa autoestima e isolamento social;
  • esquizofrenia: distúrbios da linguagem, afeto, percepção, pensamento, atividade social e falta de vontade;
  • pânico: semelhante ao transtorno de ansiedade, com crises repentinas de medo intenso sem justifica real;
  • transtorno obsessivo compulsivo: conhecido como TOC, com pensamentos obsessivos e compulsivos que interferem na rotina das pessoas;
  • transtorno bipolar: alterna fases de bom humor e produtividade intensa com fases de depressão;
  • transtornos alimentares: anorexia (não comer por medo de engordar) e bulimia (provocar vômitos após comer grandes quantidades de alimentos);
  • transtornos de ansiedade: preocupação excessiva ou expectativa apreensiva;
  • transtornos dissociativos: sensação de desconexão de si próprio e/ou do ambiente ao redor;
  • transtornos do sono: dormir pouco ou por muitas horas;
  • transtornos dos hábitos e dos impulsos;
  • transtornos sexuais: busca excessiva por satisfação sexual.

Cada tipo de transtorno psiquiátrico apresenta um ou mais sintomas característicos, sendo importante observá-los para buscar ajuda profissional a tempo.

Principais sintomas e sinais que indicam a necessidade de consultar um psiquiatra

São diversos os sintomas de doenças psiquiátricas, em geral, os sentimentos de depressão, ansiedade extrema, alucinações e delírios são os mais comuns e indicam urgência no diagnóstico dessas doenças.

Além desses sinais, outros indicativos importantes são:

  • dificuldade para raciocinar: confusão mental e lentidão de pensamento para concluir um raciocínio de forma clara e objetiva;
  • hiperatividade: pensar em várias coisas ao mesmo tempo e não se fixar em nenhuma;
  • isolamento e desmotivação: sentimento de se sentir melhor longe de outras pessoas;
  • medo intenso e sensação de asfixia: quando o sentimento não tem uma explicação lógica e acompanhado de falta de ar;
  • atitudes obsessivas e compulsivas que demandam muito tempo e interferem na rotina do paciente: manias como perfeccionismo;
  • alterações de humor: com momentos que se alternam entre a euforia e a tristeza profunda.

Dessa forma, quando uma pessoa se sente mais ansiosa do que o seu normal, com medo, ou muita tristeza e desânimo que persistem por algumas semanas, é importante buscar por uma ajuda psiquiátrica.

Atuação do médico psiquiatra

Em uma primeira consulta é feita uma avaliação detalhada da pessoa, considerando os aspectos biológicos, psicológicos e comportamentais. Ela inclui a análise do estado mental e físico do paciente, como a verificação da pressão arterial e batimentos cardíacos.

A avaliação psíquica ocorre desde o momento em que o paciente entra no consultório, por meio da observação cuidadosa do seu comportamento, humor, comunicação verbal e atenção, entre outros aspectos. Esse exame é complementado no decorrer das consultas com diálogos, testes e questionários.

A análise detalhada do estado mental é essencial, pois a maioria dos transtornos psiquiátricos não são aparentes, necessitando de alguns exames específicos.

Exames que auxiliam o diagnóstico das doenças psiquiátricas

Muitas vezes, as doenças são causadas por alterações químicas no organismo. Para identificá-las podem ser solicitados exames de laboratoriais e de imagem, como:

  • dosagem de anticonvulsivantes no sangue;
  • dosagem de hormônios;
  • dosagem de lítio no sangue;
  • eletrocardiograma;
  • função hepática;
  • função renal;
  • glicemia de jejum;
  • hemograma;
  • ressonância nuclear magnética do cérebro;
  • testes neuropsicológicos.

Tratamento multidisciplinar

Muitas vezes, o psiquiatra trabalha com outros profissionais da área de saúde, como psicólogos, psicanalistas e neurologistas, a fim de obter melhores resultados nos tratamentos.

Nos casos em que há necessidade do trabalho conjunto do psiquiatra e do psicólogo, o primeiro pode receitar medicamentos para o alívio dos sintomas causados por alterações na saúde mental do paciente.

Já o psicólogo ajuda o indivíduo a entender e enfrentar esses problemas. Assim, esses profissionais interagem até que o paciente não necessite mais de medicamentos e demonstre que consegue lidar com seus problemas de maneira independente.

Aspectos que devem ser observados para a escolha do psiquiatra

Antes de escolher um médico psiquiatra é preciso pesquisar e observar alguns aspectos importantes para ter certeza de um atendimento profissional qualificado.

Para tanto, é preciso verificar se o médico é registrado no Conselho Regional de Medicina do Estado e se ele tem o RQE, que indica ter feito a residência médica em psiquiatria.

Para aumentar a probabilidade de uma boa escolha, também é importante ter outros cuidados, como:

  • buscar indicações de médicos e outros profissionais da saúde;
  • conferir se o atendimento do médico psiquiatra se encaixa em seu orçamento;
  • preferir psiquiatras que participem de congressos e outros eventos para se manterem atualizados;
  • verificar se os horários do psiquiatra são compatíveis com sua rotina para evitar abandono do tratamento.

Nesse sentido, uma boa opção para se consultar com um profissional qualificado, pode ser encontrada em clínicas populares como a GlobalMed, que apresenta diferenciais com atendimento de qualidade e preços acessíveis.

Como vimos, o médico psiquiatra previne e trata os transtornos mentais dos pacientes, por meio de atendimento em consultas e prescrição de medicamentos psiquiátricos. Para escolher esse profissional, é importante observar aspectos quanto à sua capacitação, valores cobrados e horários compatíveis.

Estas informações foram úteis para você entender melhor sobre a atuação do médico? Caso tenha se identificado com algum dos sintomas que comentei neste artigo, entre em contato e agende uma consulta!

Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

AGENDE ONLINE!

Os comentários estão desativados.

 
AGENDE ONLINE NOSSAS UNIDADES