São Paulo: 11 2222.1090 |

Ribeirão Preto: 16 4042.1911 |

Piracicaba/SP: 19 3927-5600

Labirintite: O que causa essa doença?

Um dos principais sintomas da labirintite é a tontura e a perda de equilíbrio.

Tontura, perda de equilíbrio, enjoo e mal-estar. Quando menos espera esses sintomas aparecem muito intensos, motivando preocupação sobre o que está causando. Ela acontece quando as áreas ouvido interno, chamadas de labirinto, ficam inflamadas e irritadas. Esses sintomas podem ser causados por diversas doenças do labirinto, chamadas de labirintopatias, sendo a labirintite uma delas.

Esse problema faz com que os nervos dos vestíbulos mandem sinais incorretos para o cérebro, dando a sensação de que o corpo está em movimento. Porém, principalmente a visão, não interpreta da mesma maneira, causando a perda de equilíbrio. Ao longo do tempo e conforme a redução da inflamação, eles vão diminuindo até pararem.

Quais são as principais doenças no labirinto?

Cinetose – Esse problema é causado pelo movimento, sendo piorado no movimento sequencial do olhar. As principais ocorrências são palidez, sudorese e náuseas.

VPPB (Vertigem Posicional Paroxística Benigna) – Nesse tipo a vertigem ocorre ao realizar algum movimento, como virar o pescoço para um lado e para o outro, deitar ou levantar da cama, e ao abaixar a cabeça. Ela costuma ser rápida, forte e de curta duração, podendo ser solucionada por um médico que coloca no lugar novamente os cristais do labirinto.

Doença de Meniére – Durante essa doença, as crises são fortes e demoram bastante tempo para passar. Além da tontura, podem surgir zumbidos no ouvido, náuseas, vômito e até perda de auditiva.

Quais são os sintomas da labirintite?

É difícil chegar a um diagnóstico, pois as manifestações são similares a de outras doenças. Além disso, em alguns casos de labirintite, podem desaparecerem sozinhas. Para quem está em uma crise, segundo o Ministério da Saúde, os principais sintomas são:

  • Pressão e barulho no ouvido
  • Náusea e vômito
  • Tontura giratória

O que deve ser feito para evitar uma crise?

A labirintite pode aparecer depois dos 40 anos, mas também podem afetar adultos mais novos ou crianças. A manifestação pode estar associada ao emocional, hipertensão, hipoglicemia, uso de álcool e cigarro, diabetes, alguns tipos de medicamento, otites, café e até mesmo ansiedade. Por isso, algumas mudanças no estilo de vida podem ser essenciais, como:

  • Praticar exercícios físicos
  • Tomar bastante líquido
  • Administrar as crises de estresse e ansiedade
  • Manter uma dieta saudável
  • Não ficar muito tempo em jejum
  • Controlar o colesterol, glicemia e triglicérides

Qual profissional procurar em caso de sintomas?

Ao notar os primeiros sintomas é indicado procurar um otorrinolaringologista. Apenas um especialista poderá solicitar exames otoneurológicos para verificar se a causa é realmente o labirinto e indicar o tratamento correto caso seja necessário.

Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

AGENDE ONLINE!

Os comentários estão desativados.

 
AGENDE ONLINE Mande um WhatsApp
Mande um Whatsapp