Médicos da GlobalMed alertam para a importância de se fortalecer a imunidade com a ajuda dos alimentos certos.  Substâncias ricas em vitaminas e minerais auxiliam na manutenção do sistema imunológico e ajudam a defender o organismo de invasores internos como bactérias, vírus e parasitas.

O sistema imunológico compreende todos os mecanismos responsáveis pela limpeza do organismo, ou seja, a retirada de células mortas e a renovação de determinadas estruturas. E é também um conjunto de estruturas responsáveis por garantir a defesa e por manter o corpo funcionando livre de doenças.

A imunidade baixa pode acarretar sérios problemas à saúde. Ela pode ser de causa primária, quando a pessoa já nasce predisposta pela genética, ou secundária, quando aquele que é saudável em um dado momento da vida, pode se expor a situações que levem à dificuldade do organismo em manter um equilíbrio imunológico.

O sistema imunológico é uma barreira formada por milhões de células de diferentes tipos e com diversas funções. Entre elas, estão os anticorpos, organismos responsáveis por eliminar a ameaça causada por invasores. Quando alguma parte desse sistema começa a falhar, os anticorpos não são mais produzidos na quantidade certa ou se tornam incapazes de nos proteger corretamente. Por isso, o corpo fica vulnerável a uma série de doenças.

Como fortalecer a imunidade?

A melhor maneira de fortalecer a imunidade é por meio de alguns alimentos. Principalmente, frutas, como o morango e a laranja, legumes, como o tomate, sementes e peixe. Esses alimentos são ricos em nutrientes que ajudam na formação das células do sistema imunológico.

Além disso, esses tipos de alimentos ajudam a proteger as células restantes do organismo, melhorando as defesas do corpo e ajudando a combater vírus e inflamações.

Para aumentar a imunidade é importante fazer uma alimentação rica nesses alimentos, comendo pelo menos 3 frutas por dia, legumes nas refeições principais, como almoço e jantar. Além de usar sementes de girassol nas saladas, beber sucos ou vitaminas e fazer pelo menos uma das refeições principais com peixe.