O que é enxaqueca?

A enxaqueca é mais comum em mulheres por causa das mudanças hormonais.

Algumas pessoas apresentam crises de dores de cabeça (cefaleia) e muitas vezes não sabem exatamente o que está causando esse incomodo. Esse sintoma pode ser causado por enxaqueca, uma doença crônica caracterizada por uma dor pulsátil em apenas um lado da cabeça, mas ocasionalmente pode atingir os dois. Recebe esse nome quando as crises permanecem mais que 3 meses, 15 dias por mês, e duram aproximadamente de 4 até 72 horas.

Quais são os principais sintomas dessa doença?

Segundo o Ministério da Saúde, essa doença neurológica tem como principal sintoma a dor de cabeça latejante e intensa, mas pode apresentar outros sintomas como:

  • Náusea e vômito
  • Tontura e sensibilidade ao movimento
  • Sensibilidade a luz, ao cheiro e ao barulho
  • Formigamento no corpo
  • Pontos luminosos ou linhas em ziguezague na visão

O que causa enxaqueca?

Existem diversos motivos para o aparecimento da enxaqueca, sendo eles:

Ficar em jejum por muito tempo – Um dos grandes motivos para o aparecimento desse incomodo é ficar muito tempo sem comer. Para isso não acontecer é importante alimentar-se de 3 em 3 horas e beber bastante água durante o dia.

Estresse – O emocional de uma pessoa, como ansiedade, nervosismo e excesso de preocupação, pode despertar crises de enxaqueca. Uma dica é tentar equilibrar os sentimentos ou procurar ajuda de um psicólogo caso não consiga fazer isso sozinho.

Sono ruim – Não dormir direito pode trazer diversos malefícios para o emocional e também pode ser a causa da enxaqueca. Dormir pouco ou muito, acordar diversas vezes durante a noite ou demorar muito para entrar no sono profundo podem ser os principais motivos para o surgimento dos sintomas.

Sedentarismo ou exercícios intensos – Praticar atividades físicas podem diminuir o número de crises, porém, se os exercícios realizados forem muito intensos podem piorar ainda mais o quadro. Por isso, é indicado fazer exercícios leves como natação, caminhadas, ioga, pilates, etc.

Como aliviar os sintomas dessa cefaleia?

No caso de aparecimento dos sintomas é recomendado não utilizar medicamentos sem a orientação de um especialista para a doença não se tornar crônica. É essencial procurar um neurologista, que indicará exames, o diagnóstico correto e o melhor tratamento caso seja necessário.

Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

AGENDE ONLINE!

Os comentários estão desativados.

 
AGENDE ONLINE NOSSAS UNIDADES