Não é de hoje que as doenças cardiovasculares são líderes de mortes no mundo, alcançando 30% dos óbitos apenas em nosso país. Todos sabemos que os cuidados com a saúde são fundamentais para prevenir esse tipo de doença, mas poucas pessoas sabem a maneira correta de se precaver ou tratar os problemas cardíacos.

Preparamos um artigo para tirar suas dúvidas de prevenção das doenças cardíacas, seus sintomas e tratamentos, além do especialista correto para se consultar. Acompanhe!

Cardiologia: especialidade e causas dos problemas cardíacos

A cardiologia é uma especialidade médica essencial para todos nós, que cuida especialmente de moléstias que afetam o coração, bem como os componentes do sistema circulatório do corpo humano.

Apenas o médico especializado em cardiologia pode tratar e curar pacientes que são afetados pelos mais diversos tipos de doenças cardíacas. Vamos saber agora os quatro tipos de infartos que afetam as pessoas e quais as suas causas.

  • Obstrução por gordura – O ataque cardíaco ocorre quando as placas de gordura impedem a passagem do sangue nas artérias, podendo causar um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Entre as causas do excesso de gordura e infarto destacam-se a hipertensão, diabetes, má alimentação, colesterol e fumo.
  • Obstrução por coágulo – Trata-se de um coágulo que obstrui as veias que bombeiam sangue para o coração, causando o infarto. As causas do ataque cardíaco nesse caso são principalmente os problemas emocionais ou estresse;
  • Obstrução brusca – Nesse tipo de infarto as paredes das artérias se juntam de forma brusca e inesperada, comprimindo a passagem de sangue, tendo como principais causas o uso de anfetaminas e drogas como crack ou cocaína;
  • Obstrução congênita – É quando o paciente nasce com problemas cardíacos, mas só é afetado pela doença após a adolescência. Geralmente ocorre de forma hereditária, ou seja, em pessoas que possuem familiares com o mesmo problema;

 

Prevenção e tratamento de problemas cardíacos

A melhor maneira de prevenir infartos ou qualquer problema cardiovascular é mantendo os cuidados com a saúde. Isso deve ser feito com o auxílio de uma alimentação balanceada, realização de atividades físicas regulares e consultas médicas periódicas.

Nos casos em que o paciente já tenha adquirido doenças cardiovasculares, o mais indicado é iniciar um tratamento à base de medicamentos diuréticos que diminuem a pressão arterial, sempre com acompanhamento de um médico cardiologista.

CTA BLOG

Para quem não possui convênio ou não consegue se consultar pelo SUS, há a opção das clínicas populares que oferecem atendimentos de qualidade com preços acessíveis e tratam a doença da forma correta evitando problemas mais graves.