São Paulo: 11 2222.1090 |

Ribeirão Preto: 16 4042.1911 |

Piracicaba/SP: 19 3927-5600

Dermatite Atópica: O que é essa doença?

A dermatite atópica pode ter diversas causas, ocorrendo por meio do contato com poeira, produtos químicos, objetos áspero, etc.

As doenças de pele podem ser um problema para quem enfrenta, seja pelos sintomas que causam incomodo no dia a dia, pela falta de informação e até mesmo por achar que pode ser transmitida com o toque. Esse é o caso da dermatite atópica, também conhecida como eczema atópico, uma inflamação crônica, não contagiosa, provocada por um desequilíbrio imunológico.

O problema pode atingir 7% da população adulta no Brasil, mas os principais afetados são as crianças, totalizando 25%, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia. Uma das principais características é a pele seca, com erupções e crostas que coçam resultando em feridas. Isso porque a pele de quem tem essa doença não há uma barreira de proteção, ocasionando perda de água.

O que desperta as crises?

A dermatite atópica pode ter diversas causada, diversificando de pessoa para pessoa. A manifestação pode ocorrer por meio de contato, como por exemplo com poeira, produtos químicos, objetos ásperos e até mesmo por alguns tipos de tecidos.

Além disso, outros fatores responsáveis pelas crises podem ser as mudanças bruscas de temperatura ou climas extremos como o verão e o inverno rigoroso, estresse e alergias alimentares.

Quais são os principais sintomas da dermatite atópica?

Dependendo da faixa etária as lesões podem se manifestar de formas diferentes. Nas crianças podem começar a se manifestar a partir dos 6 meses, atingindo principalmente as bochechas, joelhos e cotovelos. Já nos adultos podem surgir nas dobras dos braços e do pescoço, e também nos joelhos e cotovelos.

Os sintomas acontecem na pele, podendo variar de acordo com o grau de inflamação. Quanto mais o paciente coça, maior a gravidade dos ferimentos, complicando ainda mais a situação. Para quem tem a doença os principais indícios são:

  • Lesões
  • Ressecamento
  • Coceira
  • Vermelhidão
  • Prurido
  • Descamação

Quais cuidados devem ser tomados?

  1. Não tomar banhos longos e muito quentes
  2. Utilizar roupas leves e de algodão
  3. Tomar bastante água
  4. Utilizar cremes e hidratantes corporais

Qual médico procurar em caso de suspeita?

Ao notar os primeiros sinais é indicado procurar um dermatologista. Apenas um especialista poderá diagnosticar a doença e indicar o melhor tratamento para determinada pessoa.

Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

AGENDE ONLINE!

Os comentários estão desativados.

 
AGENDE ONLINE Mande um WhatsApp
Mande um Whatsapp