Ansiedade: Quando pode se tornar um problema?

A ansiedade pode surgir durante o período de prova, antes de uma entrevista de emprego ou em qualquer momento que tenha uma grande importância para a pessoa

Durante uma semana agitada e de acontecimentos importantes, como compromissos, provas ou algo que gere alguma expectativa, é comum surgir a sensação de ansiedade. Isso porque o nosso cérebro fica em estado de alerta, se preparando para algo que ainda não aconteceu. Esse sentimento é normal, porém, quando começa a acontecer constantemente e atrapalhar as tarefas do cotidiano, pode se tornar um problema.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é um dos países que mais tem pessoas apresentando quadros de ansiedade. O problema é que além de todos os sintomas incômodos da doença, esse é um dos fatores que mais agrava o risco de doença cardiovasculares, pressão alta, obesidade, alta taxa de colesterol e diabetes.

Existe mais de um tipo de ansiedade e ele se diferencia de acordo com os sinais demonstrados no corpo e na mente. Um dos mais comuns é o Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) que é caracterizado pela preocupação excessiva e a expectativa no futuro. Outro que é bastante conhecido é a Síndrome do Pânico, no qual aparece um medo intenso unido ao desespero, mesmo que não haja um motivo para isso acontecer. O Transtorno Obsessivo-Compulsivo, mais conhecido como TOC, também é causado pela ansiedade.

Qual o principal motivo da ansiedade?

Não existe uma situação certa para o início de uma crise de ansiedade, a manifestação depende individualmente de cada pessoa e da importância que ela dá para determinada situação. Os sintomas podem começar antes do 1º dia de emprego, durante a semana de provas, antes de um evento importante, etc.

Quais são os principais sintomas?

As principais manifestações ocasionadas pela ansiedade são:

  • Tremores
  • Palpitação
  • Náusea e dores abdominais
  • Medo de perder o controle ou morrer
  • Falta de ar
  • Sensação de desmaio
  • Insônia
  • Preocupação excessiva

Qual médico procurar em caso de suspeita?

Ao notar os primeiros sintomas é indicado procurar um psicólogo ou um psiquiatra. Apenas um especialista poderá diagnosticar e ajudar a pessoa que está passando por essa situação, além de indicar o melhor tratamento caso seja necessário.

Clique aqui para saber mais sobre o que é Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC)

Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

AGENDE ONLINE!

Os comentários estão desativados.

 
AGENDE ONLINE Mande um WhatsApp
Mande um Whatsapp